CARRINHO ( )

Gabriel Medina

Gabriel Medina é o primeiro brasileiro a conquistar o título mundial de Surf (WCT). Após vencer etapas importantes do circuito, como a primeira do ano, em Snapper Rocks, Fiji e Tahiti, Medina conquistou o campeonato de 2014 ao avançar para as quartas de finais deixando para trás Mick Fanning, o segundo colocando do ranking. Medina fez uma final emocionante com Julian Wilson e apesar de conseguir o único 10 do evento acabou perdendo por poucos pontos de diferença - o critério de notas das últimas duas ondas gerou muita controvérsia entre os brasileiros, muitos acreditam que a última onda do Medina foi superior a do Wilson, o que garantiria a ele também o título do Pipe Master em 2014.

Gabriel Medina, primeiro campeão brasileiro do circuito mundial de Surf

O início do título mundial

Gabriel Medina foi o mais jovem brasileiro a ingressar no seleto clube do ASP World Title (WT), restrito aos 36 melhores do planeta. Em seu primeiro ano no tour ele venceu duas etapas (França e São Francisco) fazendo com que o mídia especializada passasse a trata-lo como novo fenômeno do surf mundial. Em 2012 Medina ganhou ainda mais destaque na mídia especializada. Ao lado de John John Florence, fez de tudo e mais um pouco. Entubou demais em Fiji, dilacerou todos competidores em Trestles com performances absolutamente espetaculares, deu show no free-surf em Portugal com um dos aéreos mais altos registrados e surfou muito no campeonato até ser parado pelos juízes no famoso injusto segundo lugar na final contra Julian Wilson. No Hawaii, dois backflips executados com extrema perfeição fez novamente Medina ganhar destaque no mundo do surf.

Gabriel Medina realizando um backflip no Havaí

A evolução do surfista Gabriel Medina

De lá pra cá Medina demonstrou enorme evolução e amadurecimento em seu Surf. Seu backside por exemplo, já criticado por muitos, ganhou destaque durante todo o circuito. Desde o início do ano, onde foi o primeiro goofy footer (surfista que coloca o pé direito na frente) a vencer a etapa de Snapper Rocks, uma onda pequena, mas muito rápida, o que normalmente privilegia os surfistas "regulares" (com o pé esquerdo na frente).

Gabriel Medina tira o único 10 do evento, surfando backdoor de backside

Na etapa do Pipe Master, última e mais aclamada etapa do circuito mundial (WCT), Gabriel Medina tirou o único 10 do evento, surfando uma onda para a direita, na famosa Backdoor, demonstrando incrível controle da prancha dentro do tubo. Veja o vídeo abaixo:

O Título - medina campeão mundial de surf de 2014

Gabriel Medina consagrou-se campeão antes de terminar o evento, quando o segundo colocado do ranking, Mick Fanning perdeu a bateria do Round 5 para o argentino naturalizado brasileiro Alejo Muniz. Com a incrível presença do público brasileiro na praia, Gabriel Medina não conseguiu iniciar a próxima bateria, contra o também brasileiro Filipe Toledo. Em uma iniciativa sem precedentes, emocionado, Medina saiu da água para comemorar o título junto do sempre presente padrasto e preparador técnico, Charles Saldanha, da equipe e, é claro, da multidão verde e amarelo.

Chegou até a dar a entrevista para a organização do evento antes de retornar pra água, nos últimos 10 minutos da bateria e vencer o Felipinho, que parecia não saber nem o que fazer diante do furacão Gabriel Medina.

A final do Pipemaster 2014

Quem avançou para a final junto com Gabriel Medina foi Julian Wilson, australiano de 26 anos que estava se dando muito bem surfando as direitas de backdoor. Julian começou a bateria na frente com uma nota forte, 9.93, mas logo na sequência Medina resolveu arriscar o seu backside e tirou um 10 - a primeira nota 10 do evento, vídeo acima.

Medina tinha também uma nota 8, somando 18 pontos, deixando Wilson em situação complicada para lutar pelo título. Mas entrou mais uma série forte que proporcionou ondas fortes para os dois adversários. Wilson foi para a direita e logo na sequência Medina pegou para a esquerda. Foram dois tubos fortes e profundos. Os juízes, novamente, lembrando a final de 2012 em Portugal, preferiram o do Julian Wilson, os brasileiros, indignados, preferiram a do Medina. Assista aqui a onda do Julian Wilson e aqui a onda do Medina e tire suas próprias conclusões.

 Com a vitória Julian Wilson foi campeão também da Trípice Coroa Havaiana, Triple Crown of Surfing.

BIO - Tudo sobre o atleta Gabriel Medina

Apelido: Medina
Data de nascimento: 22 de Dezembro de 1993
Local de Nascimento: Maresias, Brasil
Onde Mora: Maresias, Brasil
Altura: 1m 80 cm
Peso: 68 kg
Posicionamento na prancha: Goofy
Patrocinadores: Rip Curl, Nike 6.0, Cabianca e FCS

Shaper: Johnny Cabianca
Prancha mágica:  pranchas com rabeta swallow da Cabianca
Onde treina: Maresias
Onda favorita: Macaronis, Indonésia
Manobras Favoritas: Tubos e aéreos
Inspirações: Mick Fanning

 

Pranchas de Surf do Gabriel Medina - Johnny Cabianca

Gabriel Medina desde muito cedo faz suas pranchas com o Shaper Johnny Cabianca. Você pode encomendar qualquer modelo que o Johnny Cabianca faz no comSurf e inclusive pode encomendar uma prancha réplica, com as mesmas medidas e patrocinadores do Medina. Confira: Pranchas Medina