CARRINHO ( )

Quadriquilha ou triquilha?

A grande maioria dos shapers e marcas de pranchas de Surf, hoje em dia, fazem pranchas com 4 quilhas. Entretanto, por ser um assunto denso, difícil e relativamente novo, é muito difícil achar boas informações sobre as vantagens e diferenças das quadriquilhas em relação às triquilhas

Para tentar elucidar essa questão e ajudar os surfistas brasileiros na difícil tarefa de decidir por comprar ou não uma quadriquilha em detrimento da tradicional triquilha, o comSurf, pesquisou, testou e listou abaixo os principais pontos sobre o assunto.

Quando as quadriquilhas estão sendo usadas.

Uma concepção equivocada e que aos poucos está sendo substituída é a de que as quadriquilhas são uma evolução das biquilhas e que o maior intuito é fazer um Surf mais de linha, sem muitas manobras radicais. As quadriquilhas realmente funcionam bem se feitas um pouco mais largas e podem servir como uma espécie de fish moderna para ondas pequenas, mas essa é apenas uma das inúmeras possibilidades de utilização.

Outra possibilidade muito interessante sobre as quadriquilhas é a sua utilização em ondas bem cavadas, rápidas e tubulares como as ondas da Indonésia, Fiji e Havaí

Uma possibilidade ainda menos esperada é a utilização que os melhores big riders do planeta vem fazendo: nas temidas ondas de Mavericks e Jaws. A razão das quadriquilhas irem tão bem em ondas grandes é que as duas quilhas próximas à mesma borda trabalham juntas, deixando a prancha mais rápida e segura.

O big rider Rowley carregando sua quadriquilha tamanho 10´2 a esquerda e botanto para baixo em Jaws a direita.

Quando comprar uma quadriquilha?

Você deve procurar uma quadriquilha quando quiser mais velocidade na onda e quando quiser fazer a troca de borda rapidamente. Normalmente isso acontece em mares pequenos ou em ondas mais cavadas e rápidas!

Claro que a coisa não é tão preto no branco assim. Há alguns surfistas que se adaptam mais facilmente às quadriquilhas e outros não. Isso porque nas manobras realizadas na parede da onda, há um momento que a prancha dá uma “escapada”, por não haver uma quilha central. Essa “escapada” pode significar perda de “timing” da onda se mal utilizada, ou uma manobra radical desgarrando a rabeta para surfistas mais adaptados.

Uma outra adaptação necessária, é na cavada. Com as triquilhas, conseguimos colocar bastante pressão porque a quilha do meio segura bem, enquanto que com 4 quilhas  é necessário usar mais as bordas da prancha e quebrar um pouco mais o movimento da cavada para ter a mesma projeção. Para ondas acima de 1,5m pode ser mais difícil utilizar as quadriquilhas.

Tecnicamente falando, por que as quadriquilhas são mais rápidas?

Enquanto as quilhas produzem resistência quando surfado em linha reta, elas também ajudam a “segurar” a prancha e mudar a direção. A prancha é desenhada para que um canal de água passe através da parte de trás da prancha. Quando esse canal passa por uma triquilha, a quilha traseira faz com que a prancha perca velocidade.

De maneira oposta, a água passa pelo meio da quadriquilha, sem obstáculos, o que não causa essa desaceleração. Isso é uma grande vantagem em ondas pequenas, onde o surfista com a triquilha vai ter que gerar sua própria velocidade, enquanto que o surfista na quadriquilha vai naturalmente usar a linha da onda.

Um pouco da história das quadriquilhas.

Embora não haja o devido reconhecimento e poucas pessoas saibam, o pai das quadriquilhas é o brasileiro Ricardo Bocão, que criou e idealizou as primeiras quadriquilhas nos anos 80.

Na foto, Bocão nos dias de hoje ainda usa de sua invenção!

Na época o modelo até ganhou um pouco de repercussão, mas como foi criada 2 meses após a revolução causada por Simon Andrerson e suas triquilhas, aos poucos essa inovação foi deixada de lado.
A coisa começou a mudar há uns 3 anos, quando Kelly Slater começou a utilizar as quadriquilhas em algumas etapas do WT e vencer. Motivados pelo grande ícone do esporte, muitos shapers e fábricas começaram a testar novos posicionamentos, ângulos e tamanho das quilhas.

Como resultado de tudo isso, as quadriquilhas atuais possuem características de alta performance, possibilitando mais velocidade, maior firmeza nas ondas mais “cavadas”, além de facilitar os mais diversos tipos de manobras.

Boa idéia: Opção híbrida. Pranchas com 5 encaixes de quilhas.

Uma ótima opção para quem quer testá-las mais ainda tem um pé atrás sobre ela funcionar melhor que a tradicional triquilha é comprar uma prancha com 5 encaixes de quilhas. Dessa maneirao o surfista pode optar em usar 3 quilhas ou 4 quilhas na sua prancha.

Quiver que Kelly Slater usou em S.Francisco em 2012. Todas as quilhas tem 5 copinhos, o que possibilita que a mesma prancha possa ser usada como triquilha ou quadriquilha.